29/11/2006

Relançado livro que ensina como fazer roteiro de HQ

Dica rápida. A editora Marca de Fantasia relançou o livro "A palavra em ação: a arte de escrever roteiros para histórias em quadrinhos". É a terceira edição da obra, escrita por Marcelo Marat. A proposta, como o título diz, é apresentar um guia sobre como criar uma história em quadrinhos. Uma obra assim é rara no mercado. Por isso, tem esgotado com facilidade. O livro custa R$ 14 e só é vendido por meio do site da editora. Para acessar, clique aqui.

Outra dica. Há um curso de quadrinhos gratuito num site de Portugal, onde as HQs são chamados de bandas desenhadas. O "Tratado de banda desenhada" foi elaborado por Francisco Chinita. Ele diz na apresentação do curso que queria publicar as aulas num livro, mas não conseguiu porque "as editoras ainda não têm coragem para se aventurar neste mercado". Colocou todo o material na internet. De graça. Para ler o curso, clique aqui.

Escrito por PAULO RAMOS às 10h12
[comente] [ link ]

23/11/2006

David Lloyd dá duas palestras em São Paulo

Dica rápida. O desenhista da minissérie “V de Vingança”, David Lloyd, dá duas palestras em São Paulo. A primeira é neste sábado, às 16h, na Fnac Pinheiros (av. Pedroso de Moraes, 858). Fui convidado para fazer a mediação do debate.

 

O segundo bate-papo é na segunda-feira, às 20h, na Universidade Mackenzie (rua da Consolação, 930). O evento será conduzido por Octavio Cariello, desenhista e professor da Quanta Academia, que organiza a palestra com a editora Casa 21.

 

As duas palestras são gratuitas.

 

O inglês David Lloyd chegou ao Brasil no fim da semana passada. Ele vai desenhar a capital paulista para a série “Cidades Ilustradas”, da editora Casa 21. Já foram publicados seis volumes da coleção, que mostra as cidades brasileiras sob o traço de diferentes ilustradores.

Escrito por PAULO RAMOS às 17h10
[comente] [ link ]

21/11/2006

Livros e quadrinhos pela metade do preço na USP

Dica rápida. Começa amanhã a 8ª Festa do Livro da USP (Universidade de São Paulo). A proposta é vender qualquer obra com pelo menos 50% de desconto. Neste ano, participam mais de cem editoras, algumas de quadrinhos, como a Conrad e a Via Lettera. A feira vai até sexta (dia 24). Funciona das 9h às 21h no saguão do prédio de História e Geografia da USP. Não paga nada para entrar. Quem compareceu às edições anteriores sabe que vale a pena. Para ver a lista completa de editoras, clique aqui

Escrito por PAULO RAMOS às 11h44
[comente] [ link ]

20/11/2006

Ilustra Brasil promove ciclo de debates no Rio

Começa amanhã, no Rio de Janeiro, uma série de debates sobre desenho e histórias em quadrinhos. As discussões fazem parte do Ilustra Brasil, promovido pela SIB, Sociedade Brasileira dos Ilustradores. Veja a programação:

21.11, às 16h30 - o tema é sobre a arte nos jornais diários. Participam da mesa Ary Moraes ("O Dia"), Ricardo Cunha Lima ("Correio Braziliense"), Cavalcante ("O Globo") e Mário Alberto (do "Lance"; é dele a "Ronalisa" ao lado).

22.11, às 17h30 - o tema é "Quadrinhos: um novo boom?". Cinco pessoas foram convidadas: o jornalista Heitor Pitombo, Télio Navega (do site Gibizada), Sandro Lobo (da editora Desiderata), Carlos Parati (do "Almanaque dos Quadrinhos") e Renato Lima, editor da independente "Juke Box".

23.11, às 16h30, a mesa-redonda é sobre ilustração é sobre o mercado de animação. No mesmo dia, Orlando Pedroso faz o lançamento fluminense do livro de cartuns "Moças Finas".

24.11, às 16h – Palestra com Gutemberg Monteiro, ilustrador brasileiro que completa 90 anos em dezembro. Ele começou a carreira na década de 40 (é dele a capa ao lado). Também atuou no mercado americano. Às 17h30, o papo é com Orlando Pedroso.

Todos os dias, às 15h, iliustradores da SIB irão avaliar trabalhos de iniciantes. Uma exposição com desenhos de integrantes da SIB fica no local até o dia 10 de dezembro.

SERVIÇO – Ciclo de debates do Ilustra Brasil. Quando: de 21 a 24 de novembro. Horário: desde 15h. Onde: Centro Cultural justiça Federal. Endereço: av. Rio Branco, 241, Cinelândia, Rio de Janeiro. Quanto: a entrada é franca.

Nota: também nesta terça-feira começa a 2ª Mostra de Humor Gráfico da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas). Haverá exposições, shows e oficinas de caricatura, mangás e charges, sempre à tarde. Para ver a programação completa, clique aqui.

Escrito por PAULO RAMOS às 19h11
[comente] [ link ]

16/11/2006

Mangás fazem parte de festival sobre arte japonesa

Um festival em São Paulo vai dar um panorama geral da cultura japonesa. Vai ter de tudo um pouco. Mangá, inclusive.
"Japão: pinceladas de cultura japonesa" começa nesta sexta-feira à noite. A palestra sobre quadrinho underground vai ser no sábado, às 17h.
O papo é no "Rato de Livraria", rua Paraíso, 790 (perto do metrô Paraíso do metrô). Na sexta, começa às 19h. No sábado, às 11h.

Escrito por PAULO RAMOS às 19h28
[comente] [ link ]

08/11/2006

"A Mosca no Copo de Vidro" tem lançamento hoje em SP

Dica rápida. Hoje à noite, em São Paulo, há o lançamento da revista "A Mosca no Copo de Vidro e Outras Histórias", parceria da Bigorna Quadrinhos com a SM Editora. A proposta é apresentar trabalhos nacionais de diferentes autores.

A história de terror psicológico (e filosófico) que dá nome à obra foi escrita por Eloyr Pacheco e desenhada por Caio Majado. Há também de produções de Leonardo Pascoal: "Demi Video" (de apenas duas, com um humor fino e inteligente) e "As Novas Amazonas - Homem Bom é Homem Morto!" (de Leonardo Santana e Ricardo Anderson, dá a entender que terá uma seqüência). Completam a edição tiras de Moretti: os morcegos de "Stevão Piro" e "Sigmóid Frund" (em parceria com Bira Dantas, ambos sempre afinados no tom do humor).
 
A revista custa R$ 3. Também pode ser comprada pela internet, nos e-mails contato@bigorna.net e smeditora@yahoo.com.br . No lançamento, vai haver um debate com os autores. O tema é a produção de quadrinhos independentes no Brasil. O site Bigorna colocou uma prévia da obra. Para ver, clique aqui.
 
SERVIÇO
Lançamento de "A Mosca no Copo de Vidro e Outras Histórias". Quando: quinta-feira (09.11). Horário: a partir das 19h. Onde: Planeta Tela Espaço Cultural. Endereço: rua Humberto 1º, 981, Vila Mariana, São Paulo. Quanto: a revista custa R$ 3.

Escrito por PAULO RAMOS às 23h51
[comente] [ link ]

04/11/2006

Site exibe documentário sobre Renato Canini

Há um bom jeito de gastar 13 minutos deste fim de feriadão. Por que exatos 13 minutos? É a duração do documentário "Kactus Canini Kid – Uma Graficobioanimada",  agora disponível na internet. Dirigido por Lancast Mota, conta a história do desenhista Renato Canini.

É das mãos de Canini o traço mais brasileiro de Zé Carioca (imagem ao lado). O ilustrador tirou o guarda-chuva e o paletó e deu ao papagaio de Disney camiseta, pés descalços, um jeitão malandro (ele tinha até uma associação de cobradores, a Anacozeca, Associação Nacional dos Cobradores do Zé Carioca). Para muitos, foi a melhor fase do personagem. Mas, como o estilo fugia ao padrão Disney, houve um divórcio no relacionamento entre desenhista e personagem, iniciado em abril de 1971, no número 1015 da revista "Zé Carioca". Essa e outras histórias foram reeditadas no ano passado pela Abril no quinto volume da coleção "Mestres Disney", dedicada a Canini. A edição trouxe também uma produção inédita, um reencontro dele com o papagaio carioca, trinta anos depois.

O desenhista, nascido em 1936 em Paraí, no Rio Grande do Sul, teve participação em duas outras revistas da Abril, também nos anos 70. Fez ilustrações para a "Recreio", título de variedades voltado ao público infantil, e participou do grupo de artistas da "Crás!", tentativa da editora de colocar nas bancas uma publicação só com autores nacionais. A contribuição de Canini foi com Kactus kid (imagem ao lado, personagem que dá nome ao documentário), uma paródia das histórias de caubói. O pistoleiro queixudo vivia na cidade de Descansa City. Sua identidade secreta era mantida de um jeito, no mínimo, peculiar: para não descobrirem quem ele era, punha óculos escuros e tirava os dentes. Para se tornar o bravo Kactus kid, a dentura voltava à boca, dando a ele um sorriso hilariante.

Canini, hoje, continua na ativa. Faz ilustrações e charges para jornais. O documentário, feito em 2004, conta trajetória do desenhista e a de seus personagens, como o Zé Candango, sua primeira criação. Há também uma animação de Kactus Kid.

O vídeo está disponível no site Porta Curtas, da Petrobras. Para acessar, clique aqui.

Escrito por PAULO RAMOS às 18h57
[comente] [ link ]

02/11/2006

Miguel Paiva abre festival de animação e HQ no Rio

Dica rápida. Há uma boa palestra sobre quadrinhos amanhã à noite, no Rio de Janeiro. O cartunista Miguel Paiva abre um evento que tem um nome longo, mas auto-explicativo: 1º Festival Nacional de Cinema de Animação, Quadrinhos e Games da Região Serrana do Estado do Rio de Janeiro. O evento é em Teresópolis e vai até domingo.
 
Miguel Paiva é o criador da Radical Chic (imagem ao lado). Ele fez também as tiras do Gatão de Meia Idade e, em parceria com o escritor Luís Fernando Verissimo, as histórias do detetive Ed Mort.
 
SERVIÇO
1º Festival Nacional da Região Serrana do Rio de Janeiro. Quando: de sexta a domingo (a palestra com Miguel Paiva é às 18h da sexta). Horário: sexta, das 18h às 22H; sábado e domingo, das 11h às 21h. Onde: Casa de Cultura de Teresópolis. Endereço: pça. Juscelino Kubitschek de Oliveira, s/nº, Teresópolis, Rio de Janeiro.

Escrito por PAULO RAMOS às 14h09
[comente] [ link ]

[ ver mensagens anteriores ]